quarta-feira, 31 de dezembro de 2014

TAG - Arrependimentos literários

Oi gente, tudo certo? Bom, para o último post do ano, eu resolvi responder uma TAG que achei bem interessante,até. Ela foi criada pela Kemmy Oliveira do blog Duas leitoras , e a tag consiste em responder 8 perguntas referente a esse tal sentimento para com os livros, certo? E logo depois indicar alguns blogs para responder a tag também! 

Eu fui indicado pela Tati Freitas do blog Visão Periférica, e irei responde-las agora. Então vamos as minhas respostas :)

1 - Qual livro você se arrependeu de comprar porque 'logo depois' encontrou por um valor bem mais baixo?

Por incrível que pareça, nenhum! haha. Eu geralmente pesquiso bem antes de realizar alguma compra e quase nunca dou esse "vacilo".

2 - Você se arrepende por não ter lido antes que livro?

Vinte mil léguas submarinas, com certeza! Esse livro li no meio do ano de 2014 e ele é muito bom! Eu li emprestado da biblioteca da escola e já fazia muito tempo que ele estava lá e só "agora" que eu tinha reparado nele e mesmo assim não me arrependi da leitura. (mesmo não tendo curtindo muito o final,haha).







3 - Se arrependimento matasse, qual livro lido  seria o responsável? 

 Sem sombra de dúvida, O Caçador de Pipas do Khaled Hosseini! Em posts anteriores eu falo a minha "raiva" sobre este livro. Sei que existe centenas de pessoas que amam este livro mais pra mim, não funcionou. 





4 - Em relação ao mundo literário, do que mais se arrepende?

Isso pode parecer estranho, mas é de não ter o "apego" por personagens... Eu não consigo ficar preso as coisas que aquele tal personagem faz e (vou roubar agora), de nunca ter "chorado" lendo um livro!. Eu não sou uma pedra, tenho sentimentos haha, mas nunca houve um livro que me emocionasse ao ponto de me debulhar em lágrimas (até o momento,claro).

5 - Já se arrependeu de ter emprestado algum livro?

Eu não tenho muito costume de emprestar livros, mas o "arrependimento" se dá, não por 'não ter voltado'ou por ter vindo amassado, não, não foi por isso! E sim porque a pessoa disse que não conseguiu terminar de lê porque achou a leitura densa e estranha por ser narrada pela Morte, sim, vocês já devem saber que foi A menina que roubava livros. Que foi inclusive uma leitura ótima, pelo menos pra mim. 

6 - A qual autor você não se arrepende de ter dado uma chance?

Foi a J.K Rowling, é claro! Se eu não tivesse dado a chance a ela, eu nunca saberia como é a experiência de ter lido Harry Potter. Aliás , pretendo ler outros livros da autora em 2015. Quem sabe trago resenhas? ^^.

7 - Se você tivesse que escolher apenas um autor pra ler para sempre , escolheria sem arrependimentos...

Olha, essa pergunta me deixou muito em dúvida, porque não li outras obras de autores que estou aprendendo a gostar. Então não posso escolher Apenas UM. Mas acho que esse conceito irá mudar em breve, quando eu ler outras obras dos mesmos.

8 - Uma frase relacionada a esse sentimento (podem pegar do Google).


E agora indico:


Bem, essas foram as minhas respostas e indicações. Como ultimo post do ano, desejo a todos um ótimo ano  novo e que 2015 traga as leituras que 2014 não conseguiu. Muita paz e muitos livros até a próxima. 

ps: mudanças estão por vim pro mês de janeiro =D.

domingo, 28 de dezembro de 2014

Um possível livro natalino

Oi gente, tudo certo? Bom, comigo está ótimo porque estou finalmente de férias, e assim posso me dedicar mais ao blog e consequentemente, as minhas leituras. Então, no POST de hoje , eu irei mostrar pra vocês um livro que não é 'totalmente' natalino, mais traz um pouco a tona esse clima de natal. Como alguns sabem eu estava na correria de fim de ano e acabei passando 2 meses sem ler quase nada, e os pouquíssimos livros que li, não eram sobre natal e afins. Mais chega de conversa e vamos ao livro!

Bom o livro que escolhi pra representar esse dia (mesmo o natal já tendo passado :/) , foi Harry Potter e a Pedra Filosofal,da escritora britânica, J.K Rowling, sim!

Porque eu escolhi logo ele? porque eu estou começando a reler alguns livros da série e comecei essa semana, então como a história toda estar bem fresca na minha cabeça, irei falar pra vocês minha experiência com esse livro nessa época do ano.

Assim, Harry Potter sempre foi e sempre será um livro que toda vez que eu voltar as suas páginas , irei pegar algum detalhe que na vez anterior, deixei passar despercebido. Como a maioria deve saber a história do primeiro livro da série, será quando a J.K Rowling nus mostra todo o universo que ela está criando, mostrando os personagens , as instalações de Hogwarts e tudo isso é fantástico para os leitores. Acredito que não só eu mas todos os fãs da série, sentem uma sensação nostálgica sempre que o livro estar chegando ao fim. Dessa forma eu peguei ele pra ler nesse fim de ano porque é uma leitura leve, fácil de compreender e bem divertida e quando você menos espera "puf" , acabou!. A escrita da J.K não se mostra arrastada e é isso que facilita a leitura. O único "incômodo" pelo menos pra mim, foi que em 'alguns' capítulos, tinha bastante páginas. Mas tirando isso, PERFEITO!.


E chega agora, a parte "infantil" do POST. Eu particularmente sou fã dos livros e dos filmes e com certeza Hogwarts seria o local ideal para se passar o natal, sério! Um lugar mágico, com banquetes, amigos bruxos, toda aquela decoração natalina e sem falar no clima frio *-*. Eu acho que pra quem ainda não leu Harry Potter deveria dar uma chance, vestir o chapelzinho de onze anos e se colocar como um bruxo, haha. A história é fantástica, os personagens são cativantes e o final do livro além de surpreendente, é fabuloso!.


Bom gente, é isso! Desculpem a demora , mas finalmente saiu :) Feliz Natal a todos (atrasado) e feliz ano novo , até a próxima =D.
"Não vale a pena mergulhar nos sonhos, e esquecer de viver" 
Harry Potter e a Pedra Filosofal 

quinta-feira, 11 de dezembro de 2014

Planos pra 2015

Eae galera,blz? Hoje estou aqui para falar pra vocês sobre "coisinhas" que 2015 promete. Bom como vocês já sabem, eu tenho muitos planos para o ano que estar se aproximando. Tenho muitos livros pra comprar , muitas biografias a descobrir etc. E com isso irei listar alguns livros que são "prioridades" para ler no ano que vem. (não serão lidos na ordem aqui apresentadas).



-  Cotoco - John van de Ruit 
-  1 litro de lágrimas - Aya Kito
-  A lista Negra - Jennifer Brown
-  Jogos Vorazes - Suzanne Collins 
-  Série Divergente - Veronica Roth 
-  Depois de Auschwitz - Eva Schloss 
-  A velocidade da luz - Javier Cercas
-  O rei de amarelo - Robert W.Chambers 
-  A sombra do vento - Carlos Ruiz Zafón 
-  O oceano no fim do caminho - Neil Gaiman 
-  As Crônicas de Gelo e fogo - George R.R Martin 
-  O apanhador no campo de centeio - J.D Salinger 
-  No meu peito não cabe pássaros - Nuno Camarneiro 
-  Não atravesse a rua sozinho - Fabrício Carpinejar
-  A improvável jornada de Harold Fry - Rachel Joyce 
-  O homem que amava muito os livros - Allison Hoover Bartlett.

Bom, esses são alguns livros que estão na minha lista e é claro que vocês devem estar se perguntando, "como assim você ainda não leu divergente? jogos vorazes? Crônicas de gelo e fogo?". Gente, eu sou uma pessoa que não me deixo levar pela euforia do momento. Jogos vorazes eu quero ler a bastante tempo, mas me faltou coragem de começar. Divergente eu só vim me interessar esse ano , assim como Crônicas. Até porque 2014 foi um ano muito corrido pra mim, estressante , cansativo etc. E como todos sabem o Tio Martin estar bem velhinho e sabe lá Deus quando ele irá escrever os últimos livros da série. Então será livros que irei comprar/ganhar (nunca se sabe) e irei ler com calma, intercalando com outras leituras e assim por diante. Tenho planos de criar um canal , quem sabe ainda esse ano. Quero ter prateleiras no meu quarto, quanto a isso to contando com a ajuda do meu irmão. 2015 também será o ano da minha formação do ensino médio, e será um ano de muito aprendizado. Muitas lutas mais sei que conseguirei passar por todas sem problemas. Enfim, tenho diversas idéias e espero que 2014 seja uma lição para que 2015 eu possa fazer melhor!.

Bom, deixem aí nos cometários, seus planos de leituras para o ano que vem, adorarei ler todos. Até a próxima :).
          
"Que ninguém se engane, só se consegue a simplicidade, através de muito trabalho" - Clarice Lispector.

domingo, 7 de dezembro de 2014

Metas 2014


Eae galera, blz? Bom hoje vim aqui pra contar para vocês sobre as minhas metas de leitura para 2014 que consequentemente eu não consegui cumpri-las. Bom , o ano começou pra mim bem devagar onde eu só tinha apenas 3 livros que eram A Batalha do Apocalipse, Caçador de Pipas e A menina que roubava livros, que aliás os 3 livros foram dados pelos meus irmãos. Sim eu queria ler eles antes de qualquer filme lançado no inicio do ano. Eu li muito pouco esse ano em relação a quantidade que eu estava pensando. Pra esse semestre eu estava querendo dar inicio a leitura de Divergente ou qualquer distopia por aí. Agora que eu estou pensando em ir atrás dos livros das Crônicas de Gelo e fogo. Só agora? Sim, até porque eu não curto lê muito os livros que TODO mundo esteja lendo, porque pra mim perde um pouco da graça (não me perguntem porque). Eu já vi diversas resenhas sobre os livros da série e me interessei mais pela história do que antes. Pra esse ano também estava com meta de ler mais poesias e não rolou. Nunca li a respeito desse gênero quando se trata de 'livros' mas poesias assim "avulsas" já li , claro!. Que fique claro que eu só tive interesse por causa das influências de outros blogueiros/vlogueiros. Ah, outra coisa que eu planejei para esse ano ainda, e se der tudo certo irá acontecer, é a criação do meu canal no YouTube, que deve estar pronto mais pro meio de dezembro. Sempre tive essa vontade de poder interagir com outras pessoas a respeito de livros que é uma das minhas paixões, assim,da vida. Outra meta para 2014 que não consegui concluir é o término do 2º volume dos livros do Eduardo Spohr, que é Filhos do Édem , anjo da morte. Eu já li o primeiro que é Filhos do Édem Herdeiros de Atlântida e gostei bastante. A meta de ler clássicos da literatura brasileira também não foi alcançada. A meta de ler a série Hush Hush também não conclui, li apenas 2 livros da série. Claro que tive metas concluídas!  Como por exemplo 2014 foi o ano que eu conheci os escritos do autor americano John Green. Do mesmo li apenas 3 livros que foram: A culpa é das estrelas, Theorema Katherine e Cidades de Papel. Quem viu a TAG das 10 perguntas literárias sabe qual dos três eu mais gostei. Claro que ainda quero ler outros livro do autor, Quem é você Alasca? estar nas minhas metas de leitura para 2015. Eu também estava com meta de ler alguns livros do autor Harlan Coben, e acabei lendo 2 livros dele, que foram: Refúgio e Cilada (que por acaso foi o livro que me deixou mais ansioso pelo final). O autor tem outros livros já publicados, e penso em ler eles em 2015. E uma coisa que não foi bem uma "meta" foi mais vontade, que foi a criação do blog , pois já acompanhava outros blogs e canais e pensei porque não criar um também? e foi isso que fiz. 

Bom, esse foi apenas um desabafo com vocês em relação as minhas metas de leitura, e de como o blog "nasceu". Creio eu que em 2015 , a maioria das minhas metas 'não-concluídas' desse ano, sejam resolvidas e assim possa estar tranquilo comigo mesmo. Bom, é isso, até a próxima :).

sábado, 6 de dezembro de 2014

TAG - Doenças Literárias


Eai galera,blz? Hoje vim responder uma TAG que é bastante interessante que é a das Doenças Literárias. Já faz tempo que eu vi essa TAG e nunca vim fazer até porque não faz muito tempo que criei o blog.

Pra quem não sabe eu gosto de acompanhar diversos canais literários no Youtube e assisto várias TAGs. E hoje decidi faze-la também aqui no blog.

A criadora da TAG foi: SarawithnH (só encontrei o nome para o canal)

E por ser uma TAG gringa, foi traduzida pela Giu Fernandes do blog/canal Amount Of Words.

Bom,vamos a TAG:

1 - Diabetes: um livro muito doce.

Bem, eu escolhi para essa categoria o Amor Pra Recordar, do Nicholas Sparks, bem não tenho muito o que falar desse autor...Todos conhecem bem a vibe dele.




2 - Catapora: um livro que você leu e não lerá de novo.

Assim, sei que tem muita gente que adora esse livro mas com certeza não consegui me identificar com ele, ou até mesmo simpatizar com o mesmo. Caçador de Pipas - Khaled Hosseine 



3 - Ciclo Menstrual: um livro que você relê constantemente.

Assim, eu não tenho costume de ficar relendo meus livros mas o livro que tive vontade de voltar a ler foi: A menina que roubava livros do Markus Zusak.(detalhe: li duas vezes)



4 - Gripe: um livro que se espalhou como vírus: A culpa é das estrelas,  do John Green . (sem mais)



5 - Asma: um livro que tirou seu fôlego: Cilada do Harlan Coben , sem dúvida. 



6 - Insônia: Um livro que te tirou o sono: Assim eu não tive (ainda) um livro que me fizesse passar madrugas a fio, então escolhi o livro que mais me prendeu, mas não chegou a me deixar sem sono.Que foi Cidades de Papel do John Green.


7 - Amnésia: um livro que você não se lembra muito bem.
Bom, pra essa categoria escolhi O Pequeno Príncipe do Antoine De Saint-Exupéry. Li ele em 2012 e não me lembro quase nada
.


8 - Mal nutrição: Um livro que faltou conteúdo para reflexão:

Escolhi o livro Pegasus do(a) haha, Kate O'Hearn . Escrita fraca e sem nexo o livro inteiro.



9 - Doenças de Viagem:Um livro que te leva para outra época/mundo/lugar. 

O livro que escolhi pra essa categoria foi A Batalha do Apocalipse do Eduardo Spohr. 




Então essas foram minhas respostas para a TAG:Doenças Literárias, espero que tenham gostado , até a próxima :).

terça-feira, 2 de dezembro de 2014

Resenha/Crítica - Ele Está de Volta

Eae galera, blz? Eu sei que eu estou meio sumido, mas é tudo por causa do fim de ano mas especificamente as provas. Pelo mesmo motivo meu ritmo de leitura estar bem lento, mas daqui a alguns dias isso será resolvido e começarei a postar com mais frequência, enfim vamos a resenha. 

Livro: Ele Está de Volta
Autor: Timur Vermes
Editora: Intrínseca 

 Este livro estava na minha mira a algum tempo, tanto por ser bonito tanto por tratar de um assunto polêmico: Adolf Hitler. O livro começa bem interessante até , pois o autor consegue trazer esta personalidade a tona em pleno século 21. A história ronda em torno dele acordando basicamente em um terreno baldio , e se deparando com a "Alemanha Contemporânea". Ele lógico, fica perplexo com tudo que está a sua volta e tenta o mais rápido possível, tentar voltar ao poder e consertar as coisas. Ele irá receber a ajuda de um jornaleiro bem simpático até, que dá o apoio que ele precisa pra poder se restabelecer. Um determinado acontecimento acaba acontecendo e ele vai parar no Youtube. Agora como novo "centro das atenções" ele irá receber tanto apoio quanto críticas das pessoas. Mas a forma com ele encontra de voltar aos "holofotes" é bem inteligente. O jornal Bild , será a "pedra" no sapato do nosso "protagonista". O livro todo é o Adolf fazendo observações de tudo que ele vê mas comparando com a Alemanha de 1940. Isso pra mim particularmente tornou-se um fardo, porque no meio do livro a leitura começa a ficar um pouco cansativa. O livro tem lá suas horas divertidas mas nada de mais. Uma coisa que eu também não gostei, foi a seleção dos nomes dos personagens, claro que estamos lidando com alemães mas mesmo assim, me encheu um pouco. Que fique claro que as pessoas sim, estranharam ele se dizer ser o próprio Hitler, mas ele como sempre conseguia encontrar uma escapatória mas de uma forma até "inocente", porque pra ele , a sua influência continuara forte. Mas ele nunca percebia que as pessoas viam ele apenas como um comediante , e não como o próprio ditador. O final do livro pra mim foi meio decepcionante. É aqueles tipos de livros que a gente fica "tá e aí?" . Eu dei 3 estrelas pra ele no Skoob , em forma de "resposta". Com essa leitura eu concluo que não devemos mais ir com tanta sede ao pote, porque o livro pode não nus dá o retorno esperado. 

"As feridas mais profundas quem faz é o destino em nossos corações" *Ele Está de Volta , Página: 267*

Espero que vocês tenham gostado da resenha, um pouco demorada mas saiu. Até a próxima , pessoal :). 

domingo, 23 de novembro de 2014

TAG: 10 Perguntas Literárias

 Fala galera, hoje eu vim aqui pra responder uma TAG que vi no blog Literaleitura. E a criadora da TAG é a Ana Vitórino do blog Como Respira. 

A TAG consiste em responder 10 perguntas sobre os livros que você tem ai na sua estante. Bora lá as minhas respostas.


1 - Qual é a capa mais bonita da tua estante?
  
 Até agora a capa mais bonita da minha estante é do livro Ele Está de Volta, do Timur Vermes, da editora Intrínseca. Esse branco em quase todo o livro é fascinante. E junto desse cabelinho do Adolf... Fantástico. As letras da capa são brilhantes deixando o livro com uma aparência  bem mais sofisticada. 


2 - Se pudesse trazer 1 personagem a realidade , qual seria?


Dobby , é claro!. Esse elfo que TODOS  os Potterheads amam de paixão. Ele é um personagem totalmente carismático , e como ele tem um fim um pouco quanto "desnecessário"..., eu traria ele a realidade. Adoraria bater um papo , trocar idéias, comprar meias... enfim. Então esse seria o meu personagem.


3 - Se pudesse entrevistar um Autor(a) , qual seria?


CLARO, ÓBVIO que é a JK. Rowling. Eu adoraria falar com ela sobre a saga mais que perfeita que é Harry Potter. Gostaria de tirar dúvidas sobre a história. Queria conhecer ela, tirar foto, pegar autógrafos etc. Amo essa mulher por ter criado uma história que já foi classificada como um Clássico Contemporâneo. 


4 - Um livro que não lerás de novo, Por quê?

Esse foi fácil. O Caçador de Pipas do autor Khaled Hosseine , da editora Nova Fronteira. Esse livro eu li todo,  mesmo não gostando da leitura do meio pro fim, já que eu raramente abandono um livro. Ele tornou-se cansativo pra mim, já que entra muita mais muita burocracia na narrativa. Sei que existe centenas de pessoas que amam esse livro, mas eu particularmente não gostei e não tenho planos pra ler novamente (pelo menos não agora).


5 - Uma história confusa?

A Bruxa de Portobello do autor Paulo Coelho. Esse foi um livro que eu não entendi nada desde o começo, tentei reler várias vezes mas realmente não deu. Esse foi o primeiro livro que eu abandonei (eu sei que eu disse que não abandonava um livro) mas nesse caso eu não consegui. É um livro horrivelmente confuso. A gente não consegue entender quem narra o livro, o que o livro quer passar. Então esse foi o livro com 'História Confusa'.


6 - Um casal?
  
Bom pra essa categoria, eu escolhi o casal Lucy e Daniel do livro Fallen , da Autora Lauren Kate. Editora Galera Record . Assim, eu ainda não terminei de ler todos os livros porque acabei deixando de lado e lendo outras coisas, mas penso em retomar a leitura algum dia. E eles são o casal mais 'S2' de todos os tempos, pelo menos até agora hhi. São personagens totalmente originais e carismáticos (do jeito deles , claro).


7 - Dois vilões. (Pode ser tanto dois vilões que você goste, ou dois que você não goste).

Eu realmente ADORO a Dolores Umbridge da série Harry Potter, da autora Jk. Rowling. Sei que ela é totalmente odiável, nojenta e totalmente cruel. Mas acho que foi por isso que gostei tanto dessa personagem. Claro que não fui a favor das coisas que ela fez , mas mesmo assim gosto dela (me julguem :3). #TeamCaraDeSapo
Outra vilã que amo é a Bellatrix Lestrange da série Harry Potter , da Autora JK. Rowling. Essa personagem mesmo sendo tão odiável quanto a Dolores, é totalmente perfeita. O que ela fez com o Sirius é algo que não podemos perdoar, mas de uma forma geral ela é uma grande vilã.


8 - Uma personagem que matarias (Ou tiravas do livro)?.

Eu mataria a Margo Roth Spiegelman, do livro Cidades de Papel do John Green. Mesmo pra mim esse ter sido o meu favorito do autor (até agora), eu mataria ela porque fiquei com revoltado e com pena do Quentin, depois de tudo que ele passou e no final ela fazer aquilo com ele. Então ela seria a minha "escolhida" haha.


9 - Se pudesse viver num livro, qual seria?

Claro que eu queria viver nos livros do Harry Potter (hoje tá tendo muito HP néh? posso fazer nada , eu amo *-*) Imagina como seria maneiro ir pra Hogwarts , voar nas vassouras, tomar cerveja amanteigada, dar rolés com Hagrid , aii :( que nostalgia. Enfim, era aqui que eu queria ficar até morrer.


10 - Qual é o teu maior livro e o menor? (Em termos de páginas).

Meu livro que contém mais páginas , é A passagem do Justin Cronin, da editora Sextante. Com 816 páginas. Esse é o primeiro livro de uma trilogia, que ainda não li nem o mesmo. E as letras dele são um pouco pequenas dificultando um pouco mais a leitura por ter muita informação. 


E o menor livro no sentido de páginas, é A última Pedra -  Vícios têm cura. do autor Rogério Formigoni , da Unipro editora. Com 112 folhas. Esse livro eu ganhei de uma conhecida mas como é "Vibe" auto-ajuda eu não irei ler tão cedo hihi.


Bom , essas foram as minhas respostas pra TAG das 10 perguntas Literárias. Gostei muito de fazer, trarei outras em breve. 
Abraços :) .

domingo, 16 de novembro de 2014

Olá gente, demorei pra postar mas consegui finalmente!. Eu estou entrando numa vibe de me organizar mais em relação aos dias e modo de 'conteúdo' que andarei trazendo aqui para o blog. Mas enfim, vamos direto ao que interessa.

Hoje trarei pra vocês um assunto que é bastante debatido pelos jovens espalhados pelo Brasil. Eu já vi bastante pessoas reclamarem sobre artistas em gerais que vem ao nosso país mas se "fixam (geralmente)em apenas duas cidades, que são Rio de Janeiro e São Paulo. Eu pessoalmente já estou mais do que conformado com isso. Pois sei que será muito, mais muito difícil mesmo, algum cantor famoso vim à minha cidade para se apresentar e quem sabe tirar fotos com os fãs. Como por exemplo, uma banda que eu gosto muito é Arctic Monkeys, que recentemente fez show no Rio de Janeiro e eu logicamente não pude ir por questões de distancia, (e um pouco da parte financeira hihi). Mas não é só artistas internacionais que eu gostaria de conhecer e sim artistas nacionais. Fugindo um pouco dessa parte "musical", existe alguns autores de Livros que não vem na minha cidade para tirar fotos ou divulgar seus trabalhos. Assim, não são TODOS... vem alguns (as vezes) mas eu até entendo porque a vida deles são bastantes corridas. Caso vocês não saibam, eu sou 'Potterhead' com força. Sou do fandom a um bom tempo e vejo as noticias que saem dos atores que vem ao Brasil e diversas pessoas piram (com razão) quando conseguem tirar fotos ou pelo menos 'Vê-los'. 
Eu vi uma matéria no site do Cabine Literária , onde confirma que o ator Tom Felton (que interpretou Draco Malfoy na saga Harry Potter) irá vim ao Brasil fazer meio que um "encontro de fãs". E maissss uma vez não poderei ir para desfrutar, E assim eu me conformo por não pode estar lá em 2015. Mais ficarei feliz por poder acompanhar pelo twitter as notícias e fotos que com certeza sairão e me farão ter uma ideia de como será o evento Inside The Show no qual o ator estará presente.

terça-feira, 11 de novembro de 2014

Aviso!

  







Olá gente, hoje estou aqui pra falar do meu sumiço assim, de uma hora pra outra. É o seguinte, estou em uma semana muito corrida, pois estamos no fim do ano e tenho que apresentar vários trabalhos, aberturas de eventos escolares etc. Então eu acabei ficando sem tempo para poder postar. Mais podem ficar tranquilos que ainda essa semana sai mais um post. Em relação as minhas leituras, estou lendo apenas um livro, que é Ele estar de volta. E olha estou achando que essa será umas das minhas melhores leituras do ano. Mas isso fica pra depois. Os detalhes eu falarei pra vocês assim que terminar de ler (avá). Estou também bolando algumas ideias para melhorar o estilo do blog e também a questão dos dias que postarei daqui pra frente, Tudo será resolvido em breve. Esse foi um aviso rápido só pra vocês entenderem a minha situação.

domingo, 2 de novembro de 2014

Resenha - Radiante

    Livro:  Radiante
 Autora: Alyson Noël 
 Editora:Intrínseca 

  Bom, não foi proposital que eu li este livro na data de hoje ( dia de finados). Mais 'Radiante' foi uma leitura um pouco diferente das quais eu estou acostumado a ler. A narrativa que desenrola em um ambiente de Vida após a morte, ficou na minha mente até quando terminei de viajar em suas linhas. A história vai se passar em torno de uma garota chamada Riley Bloom , que morreu em um acidente de carro , onde matou seus pais , sua irmã mais velha Ever e seu cachorro buttercup. Depois disso a autora começa a nos apresentar o ambiente em que a Riley começará a percorrer , chamado de 'Aqui'. Aqui seria o local pós morte. Nesse local não se tem a ideia de tempo,e sim de 'Agora'. É uma atmosfera bem diferente (pelo menos pra mim). A história vai se desenvolver a partir da "missão" que a Riley receberá de algumas "entidades" , denominando-a de Apanhadora de almas. Ela terá que encontrar um certo 'alguém' e convence-lo atravessar A ponte. Que seria o local onde irá transportar as pessoas para um caminho melhor. Mais não é só isso, ela irá conhecer um garoto que ela mesma denomina-o de 'bobão'. Por seus trajes e manias. Chamado de Bodhi. Ela irá ver que o chato de galocha será seu "guia" nessa sua missão. O livro ronda em torno de uma lenda, sobre um tal Ser Místico. E daí parte sua aventura. Encontrar esse tal ser. Mais até lá não é fácil, pois vários antes dela falharam miseravelmente. Ela precisa que esse tal ser, atravesse de vez A ponte. Mais o que ela não sabe , é que o Bodhi também tem uma missão. E depois que ela segue ele até o destino da sua missão, ela vai ver que as coisas não são tão simples assim. Uma coisa boa que eu tirei desse livro, é a crítica que a autora faz as pessoas que procuram apenas o destaque, o beneficio próprio. Outra coisa é que ela fala, é sobre a questão das pessoas que se julgam incapaz de ter uma personalidade e ser reconhecida por isso. O livro nos passa uma sensação boa, e de tranquilidade em todos os momentos. 

"Acho que algumas ações são automáticas. Instintivas. Algumas coisas a gente simplesmente faz, apesar de todo o nosso ser estar gritando contra"



sexta-feira, 31 de outubro de 2014

Resenha/Crítica

        *Em ritmo de Halloween*
 Livro: No Escuro
 Autora: Elizabeth Haynes
 Editora: Intrínseca 


Hoje é dia de Halloween e como esta data é muito comemorada, estarei trazendo pra vocês a resenha deste livro que li a quase uma semana e vou falar pra vocês...É assombroso. A história que a protagonista Catherine passa não é pra qualquer um. E sim esse é mais um livro do qual nós já conhecemos...É aquele tipo de trama que existe de um lado a pobre donzela, indefesa e com várias dúvidas sobre TUDO. E do outro lado, o ''Galã'' que todas adoram!!. Pra não prolongar a história, a Catherine acaba conhecendo esse "príncipe contemporâneo'' que a deixa pirada, LITERALMENTE! Eles se vêem em uma paixão totalmente avassaladora e que acaba desencadeando uma paixão doentia por parte do seu namorado Lee. Sem falar que a 'Cathy' sofre de TOC (Transtorno-Obsessivo-compulsivo). O que acaba aumentando mais seus problemas,fazendo-a pensar que estar sozinha 'no escuro', Já que ela se ver todos os dias  nos mesmos horários, fazendo suas verificações para poder conter seu problema. O livro é contado em duas partes, No ano de 2004 quando a autora nus apresenta a história antes da prisão do Lee por uma motivo X. E 2008 quando nesse mesmo ano ela conhece o Stuart que será o seu acompanhante nessa jornada de problemas. E mesmo a história se passando em momentos totalmente opostos, a autora consegue fazer essa trama se interligar de uma forma muito inesperada . A questão da ambientação eu achei muito boa, nada muito descritivo (que pra mim eu acho um pouco chato). As vezes a gente vai chegar a se chatear com os problemas que a Cathy sofre por ser repetitivo já que estamos se referindo ao TOC. O medo que esse livro causa é a total tensão a cada capítulo lido. já que a gente a partir da metade do livro fica sem saber o que pode acontecer aos personagens envolvido. E o Lee pra mim é o personagem mais chato, sínico, nojento, desgraçado, brutamonte e horripilante. Ao contrário do Stuart, que é um cara super bacana não só com a própria Catherine mas com todos ao seu redor. Tem carisma,é atencioso e é amigo para todas as horas. Ele ajuda ela na hora que ninguém mais acredita. A parte final do livro é incrível e totalmente devastadora. É de deixar qualquer um de queixo caído. 

*Feliz Halloween a todos*

sábado, 25 de outubro de 2014

Lugares que combinam com livros.


Aqui vai uma listinha que pra min são os melhores locais para se ter uma boa leitura:

- Cama (quarto)
Acho que esse local aqui é o mais comum no meio dos leitores. Pois é um ambiente aconchegante e dependendo do seu quarto , será bastante silencioso , facilitando assim a compreensão da leitura. O quarto também irá contar com a ambientação das prateleiras tornando sua imaginação um pouco mais fértil (haha). Eu particularmente prefiro Esse local para minhas leituras :).






- Ar livre (redes, bancos);
Esses espaços em ambientes externos são mais relaxantes. São locais ótimos para uma leitura leve e descontraída. Desfrutar da natureza enquanto estamos realizando uma leitura é muito gostoso. Experimente livros curtos e de preferência com "ar" cômico. Tenho certeza que você irá curtir muito mais assim.


- No chão ;
O nosso bom e velho cantinho! Esse local é bastante usado por aqueles leitores que tem um certo "probleminha" em ficar 'parados' em um só lugar. Há quem diga que esse espaço não funciona...Que erro! esse é um dos mais primorosos locais que utilizamos. A leitura continua boa mesmo assim.

- Bibliotecas ;
Esse é o local que NÃO podia faltar! para alguns é só um espaço. Para min... Um mundo. Esse lugar me leva a loucura (sério). Ir em uma biblioteca e sentir o cheiro de cada livro lido/Não-lido só esperando um leitor pra compra-lo e levar para casa e assim começar uma nova história é uma coisa inexplicável. Não tem preço!




























Conhecendo o Blog.

Nesse primeiro post, irei me apresentar primeiramente e o que eu almejo para com o blog.


Bem vamos lá. me chamo Junior Costa e criei o blog com a intenção de me expressar através das palavras , comentar sobre o que eu acho relevante no mundo literário e o que eu estou lendo atualmente e que irei ler em breve. Você que irá me acompanhar daqui em diante , irá ler sobre minhas resenhas, opiniões , gostos e preferência. Tendo em mente que estou aberto a recomendações para abastecer o blog com um conteúdo bacana e que agrade meus leitores. Meu objetivo é levar a literatura a um publico cada vez maior. Os dias de postagens aqui no blog eu ainda estou resolvendo. mais de qualquer forma vocês iram saber os dias certos.